fbpx
LOADING

Digite para buscar

6 dicas para melhorar sua experiência com aulas online

Compartilhe

Está tendo dificuldades com o EAD? Danilo Torini, professor do ESPM LifeLab, tem algumas dicas simples que podem te ajudar

Excesso de tela e de horas, distrações e falta de um ambiente propício ao estudo são alguns dos obstáculos enfrentados no dia a dia de quem estuda pela internet. Mas existem ferramentas e aprendizados para tornar o processo mais produtivo, conforme explica Danilo Torini, professor do ESPM LifeLab.

Confira a seguir 6 dicas do especialista para melhorar sua experiência com aulas online:  

1. Organize seu tempo

A organização é fundamental para criar um planejamento que não seja irreal ou impossível — para não se frustrar. Importante que ele contemple os momentos de estudo e de lazer ou de transição, que use algumas estratégias para focar por um tempo nos estudos, como o conhecido método Pomodoro, de ciclos.

2. Identifique o que funciona melhor para você

É importante começar e perceber (autoconhecimento) o que funciona melhor, quais as estratégias são mais eficazes e buscar o apoio de ferramentas, como os muitos aplicativos para gestão do tempo, na questão das anotações e das atividades a serem feitas.

3. Defina uma periodicidade de estudo

Quando existe a periodicidade, aumentam-se as chances de absorver a informação. A prática distribuída também melhora o percentual de assimilação de lembrança dos conteúdos a partir do tempo — apenas vinte minutos após o contato com o conteúdo, tende-se a lembrar 60% dele. Conforme nos organizamos, é possível retomar a informação, dando “mais chances” para o cérebro voltar a prestar atenção e consolidar essa memória.

4. Não estude grandes conteúdos de uma vez

Outra estratégia é “fatiar” uma tarefa hercúlea em partes menores, começando por onde se tem mais facilidade, de forma diluída. “Porém, é preciso se atentar para a priorização dessas facilidades: deixar as atividades mais complexas para depois (ou para o fim) gera muito estresse, que só aumenta conforme o tempo se esgota (ou é pouco) para realizá-las. 

5. Invista em recompensas

Todos nós procrastinamos, mais ou menos. “Procrastinar é normal, mas devemos evitar a procrastinação crônica. Quando não conseguimos nos organizar e as tarefas se acumulam: adiamos porque está muito difícil, porque não dá prazer ou porque o benefício não é tão imediato”, lembra o especialista. “Então, criar pequenas recompensas ajuda a finalizar ciclos de estudo (de trinta minutos, de uma hora, de duas horas), sendo possível até se dar ao luxo de assistir um episódio daquela série que você curte.”

6. Converse com seu professor

Sem o “olho no olho” fica difícil para o professor perceber quando um aluno está tendo dificuldades. Por isso, é fundamental ser transparente para que o professor busque alternativas, como a diversificação de conteúdo, ferramentas de interação e atividades para criar vínculos (“sentidos”) para que você se sinta parte do processo.

LEIA TAMBÉM:

Quiz: quem é você nas aulas online?

9 dicas para aprender mais estudando em casa

5 dicas para mandar bem em entrevistas online

Tags:
Patrícia Rodrigues

Jornalista colaboradora do #TMJ.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *