LOADING

Digite para buscar

8 profissões que você precisa conhecer

Compartilhe

Growth hacker, UX designer, community manager, product owner e muito mais. Entenda o que fazem essas profissões e quais as habilidades necessárias para exercê-las

Basta um olhar rápido para qualquer lista de vagas de emprego para perceber que muita coisa mudou no mercado de trabalho.

Com o avanço de ferramentas e plataformas tecnológicas, novas demandas aparecem e, com elas, novos perfis profissionais são necessários.

Afinal de contas, o que é um “Growth Hacker”? Um “UX Designer”? Quais conhecimentos e competências são esperados de cada profissional nessas carreiras do futuro?

Para falar sobre algumas dessas funções, conversamos com Leticia Menegon, especialista em futuro do trabalho e coordenadora da incubadora de negócios da ESPM.

Confira abaixo uma lista com algumas dessas novas profissões do mercado:

UX Designer

Esse profissional tem a importante tarefa de otimizar a experiência do usuário ou consumidor com qualquer produto, plataforma ou serviço oferecido por uma empresa. Realiza desde mapas de navegação, teste de usabilidade e desenvolvimento e implementações das soluções até prototipação e análise dos fluxos dos usuários. Entre as competências e conhecimentos necessários, destacam-se:

  • Sensibilidade: talvez seja a habilidade mais importante na área, pois apenas com uma sensibilidade muito elevada o UX Designer será capaz de compreender fatores humanos, desde as necessidades e emoções individuais do usuário até a forma como as pessoas se relacionam com computadores.
  • Comunicação: assim como a sensibilidade, é imprescindível ao UX Designer saber se comunicar de maneira eficiente para identificar as demandas do público e responder a elas. 
  • Observação: identificar carências e demandas prioritárias do mercado.
  • Criatividade: conceber soluções realmente capazes de atender, ao máximo, a essas demandas.

UX Writer

É difícil imaginar uma plataforma que não tenha nenhuma informação textual, seja esse texto verbal ou não. Assim como a funcionalidade da plataforma em si, garantida pelo trabalho do UX Designer, as informações em texto precisam estar dispostas de maneira coerente, intuitiva e que facilite a compreensão do usuário, conduzindo-o por um fluxo de experiência desejado.

Essa atividade requer, assim como o UX Designer, sensibilidade, comunicação, observação e criatividade, além da capacidade de produção textual alinhada às expectativas e demandas de cada tipo de cliente ou usuário.

Learning Designer

O foco desse profissional é em conteúdo voltado ao ensino. O seu objetivo é conceber, desenvolver e implementar estratégias para a produção de conteúdo didático. Para isso, algumas habilidades são necessárias:

  • Capacidade de identificar com o máximo de precisão eventuais problemas e dificuldades do público ou das ferramentas utilizadas. 
  • Criatividade para produzir conteúdo de maneira atrativa e estimulante
  • Conhecimento de análise de dados disponíveis sobre os usuários, para que possa construir estratégias mais assertivas.
  • Senso apurado de curadoria, com uma visão global de todo o conteúdo a ser produzido, de maneira que possa acrescentar a ele recursos que contribuem com a experiência de aprendizagem.

Community Manager

Com a tecnologia cada vez mais presente no cotidiano dos consumidores, a figura do Community Manager torna-se importante para o posicionamento e fortalecimento de marcas no ambiente digital.

Esse profissional é responsável por desenvolver, fomentar, pautar e controlar comunidades online em torno de uma empresa, marca, produto ou serviço. Com o seu trabalho, é possível se aproximar do público e entender como essa comunidade pode reagir a determinados estímulos, conteúdos ou anúncios. Isso é fundamental para definir estratégias no mercado.

Um bom Community Manager deve possuir: conhecimentos profundos em Marketing e Comunicação Digital, além de dominar ferramentas e plataformas atuais e que possam melhor atender aos interesses da marca.

Growth Hacker

Esse profissional é o grande estrategista do mercado atual. É ele o responsável por fazer com que determinada marca, produto ou empresa cresçam de maneira muito acelerada, trazendo resultados positivos rapidamente.

Para isso, o Growth Hacker deve encontrar atalhos para viabilizar esse crescimento em escalada, combinando estratégias de marketing e tecnologia de informação que envolvem o uso de algoritmos e análise de bases de dados. Assim, ele é capaz de determinar o melhor canal, plataforma e planejamento para implementar essas estratégias.

Product Manager

Um dos grandes desafios em qualquer setor do mercado é garantir que o seu produto seja entregue ao mercado com qualidade. O responsável por essa etapa é o Product Manager.

Para ser um bom Product Manger, é essencial compreender todas as etapas do processo de criação do produto, desde sua concepção, até a prototipação, desenvolvimento, criação, logística e venda.

Cabe a esse profissional saber quais são as demandas e expectativas do consumidor e garantir que o produto entregue esteja de acordo com essas necessidades.

Isso requer um profundo conhecimento de mercado, tecnologia, user experience, marketing, design e vendas.

Product Owner

O Product Owner age de maneira complementar ao Product Manager. Se o Product Manager é o responsável pela entrega do produto com qualidade ao mercado, o Product Owner atua com um olhar mais interno dentro da empresa.

Utilizando métodos como Scrum, o Product Owner deve definir e tomar decisões acerca de um produto ou projeto, garantindo a integridade conceitual da produção.

Para isso, precisa ter conhecimentos profundos sobre ferramentas tecnológicas e plataformas utilizadas na produção, além de apurada habilidade de comunicação, já que será um mediador entre diferentes etapas dos processos de uma empresa.

Agile Coach

O Agile Coach é responsável pela implementação e pelo sucesso de metodologias ágeis em determinados fluxos de trabalho. É, assim, o profissional que deve garantir os resultados esperados pela empresa, bem como a entrega de um produto ou serviço de qualidade.

Além de habilidades como comunicação e criatividade, o Agile Coach deve possuir um amplo repertório de metodologias e capacidade analítica e tomada de decisão apuradas para determinar qual estratégia se adequa melhor ao momento, necessidade e contexto de cada empresa.

LEIA TAMBÉM:

5 pistas de como será o futuro do trabalho

Como se preparar para o mercado de trabalho do futuro

6 habilidades essenciais para o futuro dos comunicadores

Tags:
Felipe Altarugio

Jornalista colaborador do #TMJ.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *