LOADING

Digite para buscar

Voluntariado como experiência profissional: 5 plataformas para encontrar a sua causa

Compartilhe

Eis um caminho alternativo quase nunca lembrado, mas que pode ser de enorme aprendizado – e ainda diz muito sobre quem percorre essa trilha

Você entrou na faculdade e, em pouco tempo, já vê colegas conseguindo estágios interessantes – e importantes para seus currículos. Você, seja por não ter se saído tão bem em processos seletivos ou por realmente não se interessar pelas oportunidades que apareceram, parece ter virado um “peixe fora d’água” ou uma “carta fora do baralho”? Bobagem. Que tal juntar suas aptidões a um trabalho que pode ser gratificante sob muitos aspectos? Inclusive o de aprender muito sobre sua profissão…

A trilha alternativa da qual estou falando é o bom e velho voluntariado. Para muito além da imagem de pessoas aposentadas dedicando seu tempo para fazer o bem (o que é muito necessário e bem-vindo, não se engane), o voluntariado se amplificou, se modernizou e se organizou – e hoje se tornou um espaço muito interessante para jovens profissionais.

Hoje, programas e entidades sociais são organizações mais complexas, que precisam da expertise de vários profissionais para tornar mais efetivos os resultados de suas iniciativas. E se tornaram lugares onde é possível desenvolver trabalhos profissionais em alto nível – e (surpresa!!!) sempre muito valorizados por recrutadores. Isso porque, nesses ambientes, é possível desenvolver habilidades sempre muito apreciadas pelo mundo corporativo.

Áreas como Direito, Administração, Comunicação, Tecnologia, Marketing, Saúde, entre outras, encontram boas oportunidades no ambiente do voluntariado. Mesmo sendo uma atividade não remunerada (e, portanto, alternativa mais viável a quem ainda pode contar com suporte familiar na sua vida estudantil), são visíveis as vantagens para a formação de jovens profissionais:

Sentido real de responsabilidade

Não é apenas o resultado de um setor o uma empresa que está em jogo, mas as necessidades reais e imediatas de quem é atendido por um projeto social.

Trabalho em equipe

Sem a competição com colegas por resultados, bônus ou promoções, o ambiente é naturalmente mais colaborativo.

Exercício de liderança e outras competências

Fora da estrutura de uma corporação, é esperado que haja iniciativa, tomada de decisões e de responsabilidades.

Aprendizado e networking

Desenvolvimento de habilidades e de uma rede de contatos sempre bem-vinda.

Onde buscar oportunidades?
Reunimos aqui algumas plataformas que podem ajudar você a buscar oportunidades no universo do voluntariado – no Brasil ou no exterior. Clique sobre os nomes para saber mais:

Voluntários
Atados
Busca Voluntária
Pátria Voluntária
UN Volunteers

Tags:
Jorge Tarquini

Sou um jornalista curioso e que se aventura por alguns lugares e experiências: já dirigi revistas, trabalho com produção de conteúdo, escrevo livros (um segredo: escrevi O Doce Veneno do Escorpião, o "livro da Bruna Surfistinha") e roteiros e, agora, faço parte da equipe que criou e produz o #TMJ. Ah: também virei professor de Jornalismo. Ansioso para descobrir para onde os novos tempos, meios e tecnologias podem me levar: afinal, é sempre um prazer me aventurar por novos desafios.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *