LOADING

Digite para buscar

Quem é Bong Joon-ho, o diretor de ‘Parasita’

Compartilhe

Conheça outras produções do cineasta sul-coreano que venceu o Oscar com ‘Parasita’. Joon-ho já dirigiu um filme para a Netflix

Por Luísa Serpelloni

Bong Joon-ho foi o grande nome do Oscar 2020. Com o filme Parasita, o cineasta sul-coreano levou para casa quatro estatuetas, incluindo de Melhor Diretor e de Melhor Filme, a categoria mais importante da premiação.

Formado na Universidade Yonsei na década 1980, o diretor já se interessava por cinema desde o ensino médio. Enquanto ainda estudava, produziu vários curtas-metragens. E depois de se formar, fez filmes como Cão Que Ladra Não Morde (2000) e Memórias de Um Assassino (2003). O reconhecimento internacional veio com O Hospedeiro (2006), que estreou no Festival de Cannes.

Outro marco da sua carreira foi Expresso do Amanhã (2013), longa que se passa em um futuro distópico, em que um experimento para combater o aquecimento global elimina toda vida na terra, exceto de alguns passageiros de um trem. Assim como Parasita, o filme traz uma crítica social sobre classes sociais e desigualdade.

Muitos não sabem, mas Joon-ho já dirigiu um filme da Netflix: Okja (2017), que traz uma reflexão e crítica sobre como a sociedade trata os animais. A aclamada produção concorreu à Palma de Ouro e vários outros prêmios internacionais.

E agora seu filme Parasita é o primeiro em língua não inglesa a ganhar o Oscar de Melhor Filme, além de conquistar a maioria das estatuetas das premiações que foi indicado.

Como o próprio Bong Joon-ho disse em seu discurso após ganhar o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro “Se vocês superarem a barreira de 2cm que são as legendas, vocês serão apresentados a muitos filmes incríveis.”

LEIA TAMBÉM:

Cinema: porque o sentido do movimento de câmera é tão importante

15 filmes para compreender as relações internacionais

Diretor de fotografia de Hollywood explica o significado das cores nos filmes

Tags:
Newronio ESPM

Blog sobre criatividade escrito pelos alunos do Arenas ESPM, agência experimental do curso de Publicidade e Propaganda da ESPM.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *