LOADING

Digite para buscar

Tags: ,

10 filmes sobre direito para quem sonha ser advogado

Compartilhe

As produções, indicadas por Luiz Carlos Corrêa, professor de Direito da ESPM, abordam temas complexos como liberdade de expressão e pena de morte

Sonha em trabalhar como advogado? Antes mesmo de entrar para a faculdade ou de enfrentar a temida prova da OAB, você pode se preparar para essa profissão. Como? Com uma boa maratona de filmes sobre direito. Luiz Carlos Corrêa, professor de Direito da ESPM, selecionou 10 produções cinematográficas que você precisa incluir em seu repertório. De acordo com o especialista, as obras da lista – que discutem temas como liberdade de expressão e pena de morte – podem estimular o pensamento crítico de quem planeja atuar na área.

12 Homens e uma Sentença(1957)

O filme mostra o julgamento de um jovem acusado de ter matado o próprio pai. Dos doze jurados que vão decidir a sentença, onze têm certeza de que ele é culpado. Porém, um jurado insiste em aprofundar a investigação. Este filme demonstra a importância de atribuir à hermenêutica jurídica, na grade curricular (ou seja, interpretação jurídica). O filme revela por que bom raciocínio e persuasão são habilidades inegáveis ​​de bons advogados.

A Firma (1993)

Tendo como pano de fundo a entrada de um jovem advogado para um renomado escritório de advocacia, o filme retrata o lado sórdido de alguns escritórios que se envolvem com negócios ilícitos. Aborda questões como a ética jurídica e a prática de manter em sigilo a relação do advogado com seus clientes.

A Condenação (2010)

Para tentar livrar seu irmão de uma pena injusta, uma mulher decide estudar direito para o defender nos tribunais quando ele já não pode mais recorrer de sua condenação por meio de defensores públicos. Uma história inspiradora para os futuros advogados.

Testemunha de Acusação (1957)

Ordem no tribunal! Uma obra vibrante para quem curte julgamentos. Conta a história de um advogado veterano que se desdobra para defender um acusado de assassinato em um caso complexo e cheio de surpresas.

Um Sonho de Liberdade (1994)

Um clássico que mostra falhas do sistema judiciário e a brutalidade e autoritarismo presentes no sistema prisional. Trata-se de uma obra de grande relevância para quem pretende seguir carreira em direito penal.

Carandiru (2003)

Um longa fundamental para entender os problemas e a complexidade do sistema prisional brasileiro. Aborda temas como superlotação, precariedade, saúde e discriminação. Baseado no livro Estação Carandiru, de Drauzio Varella.

Tempo de Matar (1996)

Mais um filme para quem gosta de julgamentos. Nesta obra, um jovem advogado e seu assistente defendem um homem negro acusado de matar dois homens brancos que estupraram sua filha de 10 anos. Um caso complexo que também envolve questões raciais e pressão popular.

Minority Report: A Nova Lei (2002)

O filme se passa em 2054, quando as autoridades conseguem prever crimes e deter seus autores antes que os cometam. Uma importante obra que mostra porque o direito só pode julgar fatos passados e deve se abster de especular sobre o futuro.

O Advogado dos 5 Crimes (1998)

Direitos autorais, investigação e confissões criminais são alguns dos temas abordados nesse longa. O filme conta a história de um advogado afastado dos tribunais que decide escrever um livro, mas acaba publicando a obra de um amigo que faleceu. Uma trama envolvente. 

O Júri (2003)

Ao considerar que um fabricante de armas é responsável pela morte de seu marido, uma viúva decide abrir um processo contra a empresa pedindo uma indenização milionária. O filme mostra a manipulação nessa batalha judicial de uma cidadã contra uma grande empresa.

LEIA TAMBÉM:

15 filmes para compreender as relações internacionais

Vigilância em massa em tempos de pandemia é um mal necessário?

7 dicas para identificar fake news sobre coronavírus e outros assuntos

Tags:
Redação #TMJ

Produzido pelo Núcleo de Conteúdo da ESPM.

Você vai gostar também

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *