LOADING

Digite para buscar

9 livros para estudantes de Direito

Compartilhe

Luiz Carlos Corrêa, professor de Direito da ESPM, indica importantes obras para quem já é um estudante da área ou sonha em seguir essa carreira

Nem só de livros de referência vivem os profissionais do Direito. A literatura é uma rica fonte de conhecimento para quem já atua na área ou sonha com seu diploma. Luiz Carlos Corrêa, professor de Direito da ESPM, preparou uma lista com 9 obras que todo estudante de Direito deveria ler. São livros que retratam o trabalho diário de advogados ou promovem uma reflexão construtiva sobre temas ligados à área. Confira a seguir:

O caso dos exploradores de caverna (Lon Fuller)

Este é um excelente livrinho (poucas páginas), para quem quer estudar direito e entender melhor a área. Um artigo escrito por Lon Fuller, formado em economia e direito, publicado originalmente na revista Harvard Law School. Conta a história de cinco pessoas que entraram em uma caverna e foram enterradas. Depois de descobrir que a operação de resgate levará muito tempo, uma das vítimas sugere que uma pessoa seja morta para fornecer comida para as outras. O autor aborda assim temas como argumentação jurídica, direito natural e positivo e julgamento.

A revolução dos bichos (George Orwell)

Um clássico da literatura, que critica fortemente o sistema político do totalitarismo, e é considerado por muitos como uma parábola do poder. O autor aponta defeitos e fraquezas humanas de maneira irônica, narrando a insurreição dos animais de uma granja contra seu dono.

A arte da guerra (Sun Tzu)

Todo advogado precisa ter postura adequada, pensamento estratégico e boas habilidades de comunicação para defender seu cliente e transmitir sua mensagem de maneira clara e objetiva. Este livro poderá ajudá-lo a evoluir em todos esses quesitos, e especialmente em questões de estratégia.   

O primeiro ano: como se faz um advogado (Scott Turow)

Nesta obra, o escritor e advogado norte-americano compartilha as experiências que marcaram seu primeiro ano na faculdade de Direito de Harvard, uma das mais famosas e prestigiadas universidades do mundo. O autor aborda dúvidas comuns entre os calouros e dá dicas de como se preparar para o primeiro ano do curso.

Memórias do Cárcere (Graciliano Ramos)

Livro de memórias em que o escritor relata sua prisão arbitrária em 1936, um ato de repressão do Governo Vargas. A obra mostra como uma pessoa sem sentença clara ou acusações formais pode passar três anos detida, passando por presídios de diferentes estados. Curiosamente, o livro foi escrito dez anos após os eventos e publicado após a morte do autor, em 1953, sem capítulo final.

A Era dos Direitos (Norberto Bobbio)

O autor seleciona 11 artigos sobre os direitos do homem com base nas necessidades naturais e sociais humanas. Na sociedade, os direitos básicos são relativos, resultado da influência das políticas de propriedade, que põe em risco o direito à liberdade. Sob tais circunstâncias, filósofos e historiadores italianos tentaram criar os conceitos básicos da vida humana e concluíram que a liberdade é indispensável e deve ser garantida.

O Processo (Franz Kafka)

Já imaginou ser preso sem saber o que fez? É exatamente o que vemos nesta obra: um processo irracional com provas ilógicas e absurdas. Um livro de cabeceira para quem sonha em atuar na área criminal.

A Casa Soturna (Charles Dickens)

Romance publicado em 1853 que coloca em xeque o sistema judiciário inglês do século 19. Para alguns críticos, trata-se de uma obra que todo advogado precisa ler, porque conecta o poder à realidade social. Dessa forma, a história tenta mostrar o impacto de um processo na vida das pessoas que dependem dele.

A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert (Joël Dicker)

O corpo de uma menina de 15 anos é encontrado no quintal da casa do escritor Harry Quebert. Ele admite que teve um caso com a garota, mas nega que a tenha assassinado. Um amigo e ex-aluno de Harry se lança em uma longa e complexa investigação sobre o caso, que traz importantes lições para quem sonha em ser advogado.

LEIA TAMBÉM:

10 livros para estudantes de jornalismo

Vigilância em massa em tempos de pandemia é um mal necessário?

10 livros para estudantes de Relações Internacionais

Tags:
Redação #TMJ

Produzido pelo Núcleo de Conteúdo da ESPM.

Você vai gostar também

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *