LOADING

Digite para buscar

6 valiosas lições de Roberto Cabrini sobre jornalismo investigativo

Compartilhe

Resgatamos nos arquivos do Linkados na Área uma entrevista em que Roberto Cabrini fala sobre grandes momentos da sua carreira e dá importantes dicas sobre jornalismo

“Ninguém te obriga a fazer jornalismo investigativo. Você faz porque acredita no poder de transformação representado por ele”. Foi o que afirmou Roberto Cabrini, editor-chefe do Conexão Repórter do SBT, em uma entrevista que encontramos nos arquivos do Linkados na Área, programa realizado pelos alunos de jornalismo da ESPM-SP. Com base nesse bate papo, fizemos uma lista com lições de Cabrini sobre jornalismo investigativo. Confira a seguir:

1 – Riscos fazem parte da profissão

“Denunciados não mandam flores. Denunciados pressionam, amedrontam, processam e representam um problema não só para você, mas para sua própria família”.

2 – O medo pode ser um aliado

“O medo sempre existe, a questão é que você precisa fazer do medo um aliado. O medo é um problema quando te engessa, quando te paralisa. O medo é um aliado quando te aponta o seu limite”.

3 – Dê um passo de cada vez

“A cada matéria você vai melhorando o seu emocional e se preparando para desafios maiores. Eu não comecei fazendo matérias tão difíceis, tão sofisticadas. Foi um processo gradual”.

4 – Esteja aberto ao desconhecido

“Não existe jornalista que sabe tudo. A melhor matéria geralmente é feita quando o jornalista pouco sabe do assunto. Porque quando pouco sabe, o jornalista está com seus sentidos abertos e sem preconceitos”.

5 – Persiga a imparcialidade

“Imparcialidade total não existe. Ela é utópica. É um bem a ser perseguido. Mas a beleza da profissão está em perseguir esse objetivo”.

6 – Procure vários pontos de vista

“Uma história não tem apenas dois lados. Tem vários lados, vários ângulos, várias perspectivas. Todas precisam ser contempladas. Senão, o que você está fazendo não é jornalismo, é uma publicidade velada”.

LEIA TAMBÉM: Quiz: com qual personagem jornalista você mais se parece?

Confira esses e outros trechos da entrevista no vídeo divido em três partes.

Tags:
Redação #TMJ

Produzido pelo Núcleo de Conteúdo da ESPM.

Você vai gostar também

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *