LOADING

Digite para buscar

5 possibilidades de atuação na área jurídica que você precisa conhecer

Compartilhe

Direito ambiental, compliance, propriedade intelectual e mais. Conheça oportunidades para profissionais do Direito

Funções nas áreas criminal, civil, trabalhista e tributária continuam em alta na área jurídica. Mas uma série de outros ramos de atuação estão atraindo profissionais que estão preocupados com as mazelas do mundo e interessados em defender os direitos do cidadão. Conheça a seguir algumas possibilidades de atuação:

Direito em Propriedade Intelectual

Além de entender de patentes, registros e marcas, profissionais jurídicos especializados em propriedade intelectual também atuam como consultores básicos para a abertura de novas empresas. É responsável pelos direitos de autor, proteção de obras científica, obras artísticas e literárias e desenvolvimento tecnológico (criação de software e hardware e prestação de serviços nesta área).

Direito Ambiental e Urbanístico

Construções que estejam em regularidade e dentro das normas de cada região, bem como projetos de desmatamento de áreas protegidas, terras ou terrenos. O campo do direito ambiental e urbano se preocupa em encontrar espaços que possam ser utilizados para ajudar a sociedade. Desta forma, a sustentabilidade aparece em primeiro lugar, uma vez que tornar qualquer ambiente sustentável impacta diretamente no bem-estar humano

Direito Previdenciário e Securitário

É dever do advogado previdenciário revisar os benefícios da previdência da empresa ou mesmo de contratos firmados com instituições financeiras, e ele segue sua carreira na área da Previdência Social e dos Seguros. Portanto, litígios e pensões especiais (como invalidez ou morte) são resolvidos pelo profissional. Além disso, o impasse entre contribuições e aposentadoria por tempo de trabalho também o compete.

Direito em compliance e auditoria

Com a crescente demanda por processos transparentes e programas anticorrupção, profissionais jurídicos especializados em compliance, risco e auditoria se tornaram populares nos setores público e privado. Afinal, empresas de todos os portes querem desburocratizar e cumprir a legislação, além de evitar interrupções e possíveis riscos de fraude.

Profissional de mediação, conciliação e arbitragem

Como mediador, conciliador ou profissional de arbitragem, além de formação jurídica para alguns casos, você como bacharel em Direito terá um diferencial. Um mediador é uma pessoa que auxilia as partes que estabeleceram contatos para chegar a um acordo por meio de vários canais. O conciliador é responsável por auxiliar as partes de um processo por meio de acordos, a fim de facilitar decisões e evitar a demora de processos judiciais. Já para o árbitro, além de ter a obrigatoriedade de ser formado em Direito, é necessário que o profissional tenha uma especialização.

LEIA TAMBÉM:

9 livros para estudantes de Direito

8 expressões em latim que todo profissional do Direito precisa conhecer

Advogados do futuro: especialista aponta o que profissionais da área devem estudar

Tags:
Luiz Carlos Corrêa

Professor de direito da ESPM e Membro da Comissão de Direito Digital da OAB/SP. Possui Graduação em Direito, Mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental pela Universidade de São Paulo e Doutorado em Direito - Função Social do Direito.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *