fbpx
LOADING

Digite para buscar

6 termos que todo designer gráfico precisa saber

Compartilhe

Pouco importa a plataforma, se impressa ou digital: há coisas que todos os designers conhecem de cor e salteado

Mesmo que o avanço da informação digital tenha diminuído o consumo (e a intimidade) de jornais e revistas, o design gráfico continua sendo de vital importância, não importa qual seja o suporte – se físico e de papel ou digital numa tela de smartphone, tablet ou computador.

Ou seja: eis uma arte que acompanhará a humanidade mesmo que, no futuro, as coisas sejam transmitidas por telepatia…

E aqui o #TMJ traz alguns termos do design gráfico que todo mundo deveria conhecer para poder apreciar esta verdadeira arte baseada em espaço, cores, letras e imagens.

LOREM IPSUM

É o texto genérico em latim, uma simulação usada para fazer uma marcação de qual será o espaço ocupado pelo texto real. Muitas vezes, ao usar um texto que faça sentido, em português, há o risco de que ele seja publicado erroneamente. Com o lorem ipsum, esse risco não acontece, pois a ideia é usar um texto falso que chame a atenção.  

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

VIÚVA

É o nome que se dá a uma palavra ou um pedacinho de frase que, em uma coluna de texto, fica “sobrando” sozinho

numa coluna de texto, criando a impressão de que algo está faltando ou sobrando na linha.

COM SERIFA/SEM SERIFA

Existem famílias de fontes cujas letras apresentam “rabichos”, pequenos traços ou prolongamentos que parecem “ligar” uma letra à outra –facilitando a legibilidade. Quando a fonte não tem serifa, pode ser chamada de tipo bastão ou gótica (gothik).

PALETA

Nome que se dá ao conjunto de cores utilizado em um projeto gráfico e que conferem unidade. A paleta pode ser de cores pastel, de tons cítricos, quentes ou frios – e por aí vai.

Reprodução Facebook

MONOCROMÁTICO

Não se trata de tudo numa mesma cor – mas de escolher uma variedade de tons de uma mesma cor.

Reprodução

CMYK/RGB

Esses são os sistemas de cores. O primeiro significa em inglês Cyan/Ciano, Magenta, Yellow/Amarelo e Key/Preto – que entra no lugar da palavra black para a sigla não ser confundida com o blue) e é utilizado no design para impressão – e ele inicia com o branco e, conforme somam-se e misturam-se às demais, chegam até o preto. O segundo quer dizer Red/Vermelho, Green/Verde e Blue/Azul e é o sistema utilizado nos designs digitais – e ele parte do preto para, dele, se chegar às outras cores conforme forem sendo adicionados o R, o G e o B.

Reprodução

LEIA TAMBÉM:

Designer italiana reúne mais de 650 símbolos de civilizações antigas em enciclopédia digital para artistas

Os desafios da carreira em design

9 filmes que retratam o universo do design


Tags:
Jorge Tarquini

Curador de conteúdo do #TMJ

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *