LOADING

Digite para buscar

Por que a maior varejista de games do mundo está “morrendo”?

Compartilhe

Mercado de games cresce a cada ano. Mas novo jeito de comprar jogos e equívocos administrativos estão prejudicando a GameStop

A indústria dos games cresce a cada ano. De acordo com a consultoria Newzoo, esse mercado deve gerar receita de US$ 152 bilhões em 2019. Mas a GameStop, maior varejista de games do mundo, não está conseguindo surfar essa onda. Pelo contrário, vem passando por um momento delicado.

Segundo informações divulgadas pelo site norte-americano Business Insider, o valor das ações da rede caiu dois terços nos últimos seis meses, indo de 15 dólares em janeiro para 5 dólares em julho. Mas por que uma empresa líder em um setor que prospera não anda bem das pernas?

Assim como a rede de locadoras Blockbuster, que teve que baixar as portas de suas lojas após perder mercado para os serviços de streaming, a GameStop está vendo seu modelo de negócio ser superado pela internet.

Como lembrado pelo Business Insider, desde o lançamento da geração atual de consoles em 2013 – Xbox One e o PlayStation 4 – o jeito de comprar jogos mudou. Isso graças as plataformas Xbox Live (Microsoft) e PlayStation Network (Sony) que possibilitaram aos gamers adquirir jogos sem sair de casa.

De acordo com o site norte-americano, além do problema com seu modelo de negócios, a varejista de games sofre por problemas administrativos, como “incapacidade ou falta de vontade de evoluir” e erros em aquisições de outras empresas.

Como você costuma comprar games? Você acredita que as lojas físicas de game vão desaparecer? Deixe sua opinião nos comentários!

LEIA TAMBÉM:

Quiz: que videogame é esse?

“Quem quer trabalhar com games tem que jogar de tudo”

Quiz: com qual personagem de games clássicos você mais se parece

Tags:
Redação #TMJ

Produzido pelo Núcleo de Conteúdo da ESPM.

Você vai gostar também

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *