LOADING

Digite para buscar

10 podcasts indicados por mestres do Jornalismo

Compartilhe

Programas foram indicados por professores do curso de Jornalismo da ESPM, que comemora 10 anos de existência

Podcasts se tornaram estrelas do mundo da informação em áudio nas plataformas de streaming – e no Brasil, apesar de ter demorado um pouquinho a chegar, não seria diferente. E a qualidade das produções mostra que essa é uma tendência que veio para ficar – ou ao menos durar por muitos verões.

No ano em que o curso de Jornalismo da ESPM comemora seus 10 anos, convidamos alguns professores para montarmos a lista que apresentamos aqui: os podcasts preferidos dos mestres Heidy Vargas, Leão Serva e Ricardo Gandour. Confira a seguir:

A+

Trata-se do podcast “de política, sempre com um algo a mais”, como diz o mediador Rafael Lisboa – que sempre recebe nomes de destaque nas áreas do tema de cada edição, entre políticos, empresários e outros profissionais. Ele é produzido pela plataforma Bússola, plataforma de conteúdo estratégico, em parceria da Revista Exame  com a FSB. Os temas apresentados são bastante variados, pois fogem da política partidária para abordar questões mais próximas de seus ouvintes, como a pandemia e análises de desdobramentos das decisões políticas para a vida das pessoas. Mais informações.

Café da Manhã

A proposta do podcast mais famoso produzido pela Folha de S.Paulo em parceria com o Spotify, é ser indispensável para quem quer começar o dia com os assuntos mais importantes do noticiário do Brasil e do mundo e seus desdobramentos. No comando, os jornalistas Bruno Boghosian, Magê Flores e Mauricio Meireles. Todos os dias, de segunda a sexta, um novo episódio. Mais informações.

Chá com Rapadura

Com o slogan “um podcast sem noção, sem futuro e sem compostura”, esse podcast capitaneado por cinco mulheres cearenses radicadas na Inglaterra – com diversas áreas de formação e carreiras (de Jornalismo a TI e turismo à ciência) e “doidas por rapadura”. O foco é fugir da pauta do noticiário e falar do que é engraçado, inusitado e “irrelevante” no dia a dia. Para se divertir. Mais informações.

Foro de Teresina

O podcast de política da Revista Piauí tem episódios semanais (saem sempre às sextas-feiras às 11h) que analisam, em profundidade e de modo franco, os acontecimentos da semana. No comando dos microfones, os jornalistas Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky. Mais informações.

99% Invisible

Criado pelo especialista em genética das plantas Roman Mars, ele se tornou um dos mais influentes produtores de conteúdo independente em áudio para rádio e podcast nos Estados Unidos – como o 99% Invisible, que semanalmente explora processos e o poder do design e da arquitetura. O nome vem de uma citação do arquiteto Richard Buckminster Fuller: “noventa e nove por cento de quem você é são invisíveis e inalcançáveis”. Mais informações.

Mamilos

Com o slogan “Jornalismo de peito aberto”, as publicitárias Cris Bartis e Juliana Wallauer conduzem conversas e debates francos sobre temas que estão em alta no noticiário – com produção da B9. E tudo isso de forma acessível e acolhedora para todos os tipos de ouvintes inteligentes. Mais informações.

O Assunto

Renata Lo Prete é a capitã deste verdadeiro transatlântico do Jornalismo em podcast, produzido pela Globo e veiculado no G1 – está no topo em todas as listas de podcasts mais baixados do Brasil, com mais de 8 milhões de downloads de seus episódios. Fontes qualificadas, temas recortados com maestria e apresentação/mediação impecáveis. Mais informações.

Praia dos Ossos (Rádio Novelo)

Ao resgatar (e recontar com maestria) tanto a trajetória de Ângela Diniz e seu amante e assassino, Doca Street, os sete episódios produzidos pela Rádio Novelo e capitaneados por Branca Vianna tem enorme qualidade como podcast e, como Jornalismo, faz uma investigação como há muito não se via por estas bandas. Ou seja: conhecemos os personagens, suas trajetórias, o crime e os dois julgamentos que abalaram o Brasil entre 1976 e 1981. Mais informações.

Vozes

Com a missão de “promover a reflexão e conectar as pessoas às experiências umas das outras”, este podcast produzido pela CBN tem bons méritos: para além da qualidade e das pautas mais do que relevantes, promove realmente o encontro de pontos de vista divergentes, polêmicos e dramáticos que pautam as discussões da própria sociedade. Ou seja: bom jornalismo tocando em pontos sensíveis na troca de razões que tornam o debate público saudável. Mais informações.

Projeto Humanos

Enquanto muitos podcasts enveredam pelo formato entrevista, a proposta deste projeto, idealizado pelo professor e escritor Ivan Mizanzuk, foi beber na fonte do storytelling, dedicando-se a montar linhas narrativas que engajem de maneira mais próxima os ouvintes àquilo que está sendo contado (e de seus protagonistas). Mais informações.

LEIA TAMBÉM:

Especialistas dão dicas para quem quer criar um podcast

“O podcast tem um futuro muito bom no Brasil”, avalia criadora do ‘Praia dos Ossos’

15 dicas para criar um podcast

Tags:
Jorge Tarquini

Sou um jornalista curioso e que se aventura por alguns lugares e experiências: já dirigi revistas, trabalho com produção de conteúdo, escrevo livros (um segredo: escrevi O Doce Veneno do Escorpião, o "livro da Bruna Surfistinha") e roteiros e, agora, faço parte da equipe que criou e produz o #TMJ. Ah: também virei professor de Jornalismo. Ansioso para descobrir para onde os novos tempos, meios e tecnologias podem me levar: afinal, é sempre um prazer me aventurar por novos desafios.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *