5G: 4 vantagens dessa tecnologia que irá transformar o mundo

Humberto Sandmann, professor do curso de Sistemas de Informação da ESPM, aponta as principais vantagens da quinta geração das redes móveis

 

Uma internet mais rápida e com menor latência. De maneira simplificada, assim costuma ser explicado o 5G. Mas, afinal, por que essa tecnologia é tão aguardada e quais impactos deverá provocar no mundo que conhecemos? Confira a seguir vantagens dessa tecnologia, apontadas por Humberto Sandmann, professor do curso de Sistemas de Informação da ESPM:

 

1. Conexões muito mais rápidas

De acordo com o professor, a quinta geração das redes móveis poderá ter downloads de até 20 Gb/s (gigabits por segundo). “A velocidade vai ser tão impressionante ao ponto de você baixar um filme da Netflix em dois ou três segundos”.

 

2. Baixa latência garantirá comunicação em tempo real

A rede 5G também possibilitará comunicações sem atraso. “Você vai poder manipular coisas em tempo real. Imagine dirigir um Fórmula 1 da sua casa no autódromo de Imola (na Itália) usando óculos de realidade virtual. O delay vai ser tão baixo que vai permitir esse tipo de coisa”, afirma Sandmann.

O especialista também cita um exemplo na área da saúde. “Um especialista em neurociência que está no Japão também conseguirá realizar uma cirurgia em tempo real em um paciente nos Estados Unidos.”

 

3. Tudo estará conectado  

A tecnologia também viabilizará a implementação da Internet das Coisas (IoT). “Com o 5G, a gente espera que algo em torno de 20 bilhões de dispositivos comecem a se conectar à internet em todo o mundo”, comenta o professor. “Tudo estará acessível na internet. Do escritório, será possível acionar a cafeteira em sua casa.”   

 

4. Veículos autônomos e cidades inteligentes  

Combinada a tecnologias, como big data, inteligência artificial e IoT, a nova geração de internet também tornará viável os veículos autônomos e as cidades inteligentes, com dispositivos conectados que geram informações para melhorar a vida das pessoas. Humberto cita como exemplo semáforos inteligentes, que podem controlar melhor o fluxo de carros e pedestres e reduzir os congestionamentos nas grandes cidades.

 

É tipo 5G

No começo de julho, a Claro anunciou a primeira rede 5G comercial do país, oferecendo o serviço em regiões de São Paulo e Rio de Janeiro. A tecnologia usada é conhecida como 5G DSS (Compartilhamento Dinâmico de Espectro), que pode ser considerada uma transição entre o 4G e o 5G. De acordo com a empresa, o serviço é até 12 vezes mais rápido do que o 4G tradicional – em testes da própria companhia passou dos 400 Mbps. A Vivo também já oferece o 5G DSS em algumas regiões e a Tim planeja lançar esse serviço em breve.  

Apesar dessas iniciativas, a implementação da quinta geração das redes móveis está atrasada no Brasil. “O 5G era esperado para um ou dois anos atrás”, comenta Humberto. O leilão que definirá as empresas que vão instalar a rede só deve ocorrer em 2021.

 

LEIA TAMBÉM:

Entenda o que é inteligência artificial

Quiz: o quão influenciado por algoritmos você é?

Quer ver mais conteúdos do #tmj?

Preencha o formulário abaixo e inscreva-se gratuitamente em nossa newsletter quinzenal!

Você vai curtir

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER