8 lições para jovens empreendedores

Leticia Menegon, coordenadora da incubadora de negócios da ESPM, dá dicas valiosas para jovens que sonham em ter o próprio negócio

 

Capas de revista, programas de TV, séries, filmes e páginas nas redes sociais. O empreendedorismo está em todo lugar e muita gente quer embarca nessa onda. Mas para construir um negócio de sucesso é preciso ter resiliência, humildade e construir uma boa rede de contatos.

 

É o que nos contou Leticia Menegon, coordenadora do Centro de Desenvolvimento de Empreendedorismo da ESPM em São Paulo. A especialista bateu um papo com o #TMJ e deu importantes dicas para jovens que querem empreender. Confira a seguir:

 

1. Empreendedorismo se aprende

“Tem pessoas que nascem com o dom para negócios, mas empreendedorismo se aprende sim. Pessoas super cruas passaram por nossa incubadora, foram se desenvolvendo e se tornaram grandes empresários.”

 

2. Tem uma ideia? Fale com seu professor

“Procure mentores e professores. Os professores costumam ajudar os jovens a dar vazão as ideias. Inclusive, muitos deles se envolvem na discussão do projeto”.

 

3. Sua escola não te ajuda? Procure o Sebrae

De acordo com Leticia, muitas escolas particulares estão preparadas para apoiar o empreendedorismo. Mas esse tema ainda é pouco explorado na rede pública. Se sua escola não oferecer apoio, procure os cursos e suporte do Sebrae.

 

4. Não seja arrogante   

Segundo Leticia, um dos erros mais comuns de jovens empreendedores é a arrogância. “Muitas vezes eles acham que, se tiveram uma excelente ideia, vão saber estruturar o negócio e fazer rodar. Mas nem sempre é assim”, diz a especialista. Por isso, os jovens devem seguir as orientações de seus mentores.

 

5. A inovação é um exercício diário

 “De um modo geral, o empreendedor para dar muito certo e virar um unicórnio precisa ser muito inovador. Às vezes essa capacidade de inovação é limitada em nossa sociedade.”

 

6. Prepare-se para lidar com um ambiente turbulento

“O outro desafio é de gestão frente a crises e turbulências, porque esses jovens não cresceram enfrentando crises, nasceram na bonança. Eles vão ter que ter bastante jogo de cintura para lidar com um ambiente cada vez mais turbulento.”

 

7. Resiliência é fundamental

“Acho que, de todas as pesquisas que eu li, o ponto mais importante para empreendedores é a resiliência, a capacidade de tomar muita porrada, levantar, sacudir a poeira e seguir em frente”, afirma Leticia. “Sempre digo que se você quer ser empreendedor, a primeira coisa que precisa é saber lidar com o fracasso. Se não souber, pode começar a aprender, porque você vai fracassar muito antes de dar certo.”

 

8. O sucesso também é perigoso

“Muitos jovens também não sabem lidar com o sucesso. Muitas vezes eles estão indo bem e começam a viver o estágio da soberba: ‘Sou o máximo. Não tem para ninguém’. E aí eles caem do cavalo. Já vi isso acontecer muito. E aí eles têm muita dificuldade de lidar com a frustração e não conseguem ver onde erraram e erraram na arrogância.”

 

LEIA TAMBÉM:

Quiz: o quanto você sabe sobre empreendedorismo e startups?


Administração: tudo o que você precisa saber sobre a graduação


Quiz: testes os seus conhecimentos sobre Administração de Empresas

Quer ver mais conteúdos do #tmj?

Preencha o formulário abaixo e inscreva-se gratuitamente em nossa newsletter quinzenal!

Você vai curtir

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER