fbpx
LOADING

Digite para buscar

Não é hora de adiar o sonho da faculdade

Compartilhe

Um ano atrás, muita gente tomou a decisão de literalmente parar a vida. Um ano depois, vemos que não foi uma sábia decisão…

Quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) decretou uma pandemia global em 12 de março de 2020, houve quem fosse muito otimista, muito realista ou muito pessimista. Os dois primeiros trataram rapidamente de achar modos de se adaptar – tomando todos os cuidados, claro. Houve até quem abrisse novos negócios, trocasse de empregou de casa ou começasse um novo curso. Já na categoria do copo meio vazio, quem tinha condições optou por literalmente congelar a vida.

Foi assim que a ideia, por exemplo, de começar um curso superior acabou ficando em stand by. Tirando quem realmente não tinha como contar com o suporte da família, no caso de ter de pagar por sua faculdade, houve os que optaram por adiar essa entrada.

“Começar a faculdade com aulas a distância?”, “Não vou nem conhecer meus colegas de sala?” ou “Não vou aprender nada…” foram justificativas mais do que válidas. Afinal, entrar no mundo universitário é um rito de passagem dos mais importantes para os jovens – além, claro, de apresentar para eles um modo muito diferente de lidar com o ensino, agora visando uma formação profissional na área escolhida.

Passado um ano, talvez (e infelizmente) não tenhamos um horizonte muito claro de quando (e se) as coisas voltarão a ser minimamente retomadas do modo como eram antes. Adiar por quanto tempo mais? Não sabemos… Aí começam os questionamentos que um jovem tenha de responder: por quanto tempo o pique, o entusiasmo e a vontade de ingressar na faculdade resistirão? Ou ainda: como vai ser, depois de dois anos, encarar uma pequeno gap geracional – já que, muito provavelmente, seus colegas de colégio e amigos da mesma idade que não pararam a vida já terão caminhado metade da trilha universitária (e seus colegas da “faculdade futura”, pensando na média, terão dois anos menos que você). 

E, vamos ser sinceros: o que a vida tem de mais interessante para te oferecer em tempos nos quais nem sair de casa a gente pode?

LEIA TAMBÉM:

9 dicas para aprender mais estudando em casa

“O impacto da pandemia na educação é assustador”, diz especialista da área

10 dicas para aproveitar melhor aulas online


   

Tags:
Jorge Tarquini

Curador de conteúdo do #TMJ

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *