LOADING

Digite para buscar

Pesadelo que virou game: criador de ‘R.E.M.’ conta como foi desenvolver um jogo em cinco semanas

Compartilhe

Vince Vader, professor de Game Design da ESPM, e criador do jogo Rapid Eye Movement (R.E.M.), bateu um papo em vídeo com o #TMJ sobre o processo de criação de games

O que você faz quando acorda de um sonho desagradável? Respira fundo e torce para nunca mais viver essa experiência?  Ou tenta reviver esse pesadelo para desvendar seus mistérios? Vince Vader, professor de Game Design da ESPM, é daqueles que conseguem se divertir com o medo e por isso escolheu a segunda opção.

“Um dia eu tive um sonho que estava em uma casa e tinha que acertar uns relógios. Lembro que era agoniante, mas eu não conseguia acordar. Acordei e fiquei com aquilo na cabeça”, lembra Vince. “Sempre fico me perguntando como seria fazer um jogo de determinadas experiências que a gente tem na vida?”. E foi exatamente o que ele fez.

Com o objetivo de transformar seu medo em diversão, o game designer rascunhou sua ideia, criou um roteiro e desenvolveu uma mecânica para transformar seu pesadelo em game. Vince então apresentou o projeto ao seu colega Reinaldo Ramos, professor do curso de Tech da ESPM, que assumiu a programação do jogo e os desenhos dos cenários.

Em cinco semanas e meia, o jogo já estava finalizado, com trilha sonora criada pelo próprio Vince e uma locução em inglês gravada por um amigo britânico do professor. Assim surgiu o Rapid Eye Movement (R.E.M.), game para computadores que é uma espécie de escape virtual de terror, no qual o jogador precisa encontrar pistas e acertar relógios para despertar desse pesadelo agonizante.

Quer saber mais sobre o R.E.M.? Assista ao vídeo de nossa entrevista com o Vince e confira todos os detalhes de seu processo de desenvolvimento, além de dicas valiosas para quem também sonha em trabalhar com games:

Você pode baixar Rapid Eye Movement (R.E.M.) clicando aqui.

LEIA TAMBÉM:

Designer de games: tudo o que você precisa saber sobre a profissão

Trabalhar com games: conheça 5 possibilidades

Designer de ‘Férias Frustradas do Pica-Pau’ conta como era desenvolver games na década de 90

Tags:
Filipe Oliveira

Editor do #TMJ.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *