LOADING

Digite para buscar

11 tecnologias que transformaram a área jurídica

Compartilhe

Da máquina de escrever a inteligência artificial, confira tecnologias que provocaram grandes mudanças no Direito

Quando o assunto é tecnologia, o Direito não é conhecido como um campo vanguardista. Pelo contrário, a área jurídica costuma resistir aos avanços tecnológicos até o último segundo. Mas a burocracia e a tradição não conseguem impedir a evolução. É o que mostra essa lista com 11 tecnologias que mudaram a prática jurídica.

1. Máquinas de escrever

Quando surgiram: 1867

Como mudaram a prática jurídica: mecanizaram o processo de escrita e aumentaram a velocidade de transcrição.

2. Máquinas copiadoras

Quando surgiram: 1960

Como mudaram a prática jurídica: eliminaram as cópias em carbono. Além disso, economizaram tempo e reduziram os custos de impressão.

3.  Máquinas de fax

Quando surgiram: 1964

Como mudaram a prática jurídica:  aumentaram a velocidade de comunicação e reduziram substancialmente os custos de correspondência.

4. Computadores de mesa

Quando surgiram: 1977

Como mudaram a prática jurídica: revolucionaram o gerenciamento de informações e o armazenamento de dados.

5. Processadores de texto

Quando surgiram: 1980

Como mudaram a prática jurídica: tornaram obsoletas as máquinas de escrever, além de diminuir o tempo necessário para criar e revisar documentos.

6. Pesquisa jurídica informatizada

Quando surgiu: 1983

Como mudou a prática jurídica: aumentou a velocidade e eficiência da pesquisa, eliminou a necessidade de manter bibliotecas jurídicas onerosas.

7. Notebooks

Quando surgiram: 1986

Como mudaram a prática jurídica: os profissionais passaram a ter mobilidade para trabalhar de qualquer lugar.

8. Internet

Quando começou a se popularizar: anos 90

Como mudou a prática jurídica: revolucionou a comunicação e a maneira como os serviços jurídicos são conduzidos. Agilizou a troca de informações e documentos e viabilizou o acompanhamento de processos online. Combinada a outras tecnologias, possibilitou, anos mais tarde, audiências e julgamentos por videoconferência.

9. Dispositivos móveis

Quando começaram a se popularizar: anos 2000

Como mudaram a prática jurídica: smartphones e tablets tornaram possível escritórios móveis, permitindo que advogados trabalhem e acessem informações relacionadas a casos judiciais de qualquer lugar e a qualquer momento. Também facilitou a comunicação com os clientes.

10. Computação em nuvem

Quando começou a se popularizar: a partir de 2006

Como mudou a prática jurídica: aumentou o poder e a eficiência da computação e potencializou os dispositivos móveis. Permite que advogados armazenem seus documentos e petições em ambientes online seguros e que acessem essas informações a qualquer momento e em qualquer lugar.

11. Inteligência artificial (IA)

Quando começou a se popularizar: a partir de 2010

Como está mudando a prática jurídica: reduzindo custos, aumentando a produtividade e a assertividade. Aliada ao big data, proporciona rapidez e eficiência para o processo de captação de dados e análise de documentos de diversas fontes de consulta, como legislação, artigos doutrinários e jurisprudência. Advogados e outros profissionais da área do Direito passam a se dedicar menos a funções repetitivas.

Conteúdo inspirado em uma lista publicada pelo blog mycase.

LEIA TAMBÉM:

10 filmes sobre direito para quem sonha ser advogado

O que são algoritmos e como eles influenciam nossas escolhas

Especialista aponta tendências do Direito e as competências do advogado do futuro

Tags:
Luiz Carlos Corrêa

Professor de direito da ESPM e Membro da Comissão de Direito Digital da OAB/SP. Possui Graduação em Direito, Mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental pela Universidade de São Paulo e Doutorado em Direito - Função Social do Direito.

Você vai gostar também

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *