LOADING

Digite para buscar

O que é “normal” em tempos de isolamento?

Compartilhe

Belíssima produção colaborativa da O2 Filmes, de pouco mais de 2 minutos, “Aqui do alto tudo parece normal” é um chacoalhão que convida todos a refletir o presente e pensar nas mudanças que todo o mundo está vivendo

Lançado no dia 5 de maio, o pequeno vídeo “Aqui do alto tudo parece normal” é um forte chamado à reflexão sobre o momento que vivemos e tudo o que ele implica para o nosso futuro como civilização.

Elaborado de forma colaborativa e de maneira remota durante o isolamento na cidade de São Paulo, o vídeo teve produção e direção de Rodrigo Pesavento – e mistura imagens aéreas captadas por drones na capital e também em Cubatão (SP).

Imagens belas, vertiginosas e até poéticas da cidade vazia ganham contornos mais densos. Tudo se ressignifica com pequenas distorções das imagens e movimentos de câmeras, para tirar o espectador do conforto das cenas – e ganha dramaticidade conforme corre a narração em off (belissimamente interpretada pela atriz Carolina Manica). “O mundo já não é mais o mesmo”, afirma o texto.

Um convite à reflexão nos tempos que correm (ou se arrastam), esse vídeo é daqueles que fazem valer a pena cada segundo de seus 2,6 minutos.

AQUI DO ALTO TUDO PARECE NORMAL from O2 Filmes on Vimeo.


Ficha Técnica:
Direção e produção: Rodrigo Pesavento
Imagens: Junior Lopes
Texto: Zico Farina
Montagem: Rodrigo Kassab
Apoio: Fred Luz
Cor: Carlo Vecchi e o Luca Leocadio
Arte: Luis Dourado, Marcela Moro e Stefanie Tiscordio
Finalização: Thiago Corá
Coordenação de pós-produção: Felipe Andriolo
Locução: Carolina Manica
Trilha Sonora: Hilton Raw
Mixagem de som: Fernando Forni

LEIA TAMBÉM:

Motorista psicólogo: estudante cria projeto para promover saúde mental no Uber

Eventos híbridos e valorização do nacional: o ‘novo normal’ da indústria de shows

Mauricio de Sousa revela segredos e planos para o futuro da ‘Turma da Mônica’

Tags:
Redação #TMJ

Produzido pelo Núcleo de Conteúdo da ESPM.

Você vai gostar também

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *